// Área do paciente

Essa área foi concebida com a finalidade de compartilhar informações úteis e dicas de cuidados de ouvido, nariz e garganta para toda a população.

Aqui tentaremos quebrar alguns mitos de forma fácil e com uma linguagem simples! Falaremos desde cerume nos ouvidos até cirurgia de base de crânio.

Envie uma sugestão através de nossos contatos daquilo que gostaria de saber um pouco mais.

Você sabia?! /

TENHO DESVIO DO SEPTO NASAL. E AGORA?!

O Septo nasal é uma estrutura formada por osso e cartilagem que divide o nosso nariz internamente em duas cavidades, por onde passa o ar. A principal queixa do paciente com desvio septal é nariz entupido, obstruído, de modo constante. Algumas vezes o desvio de septo pode acarretar dores de cabeça, sangramentos nasais (epistaxe), roncos e até mesmo atrapalhar a drenagem das secreções produzidas pelos seios da face.
Apesar da cirurgia ser de simples execução, a identificação de um desvio septal não significa que ele deva ser obrigatoriamente corrigido. A indicação cirúrgica deve ser discutida com seu otorrino, sempre levando em consideração os seus sintomas, o quanto isso impacta na sua qualidade de vida (o quanto atrapalha em atividades físicas, por exemplo) e a perspectiva de melhora.

SINTO DOR DE CABEÇA, ISSO É SINUSITE?!

Dor de cabeça costuma ser um dos sintomas mais lembrados pelos pacientes quando apresentam sinusite. Geralmente, é definido pelo paciente como peso ou pressão no rosto, testa ou atrás dos olhos. Mas você sabia que para o diagnóstico da sinusite existem sintomas mais importantes?
Segundo definição do EPOS (Consenso Europeu de Rinossinusites de 2012), a inflamação do nariz e dos seios da face é caracterizada por dois ou mais sintomas, um dos quais deve ser bloqueio/obstrução/congestão do nariz ou descarga nasal (secreção que escorre pelo nariz ou o paciente sente escorrer para a garganta), além da dor / pressão na face e diminuição ou perda do olfato. Se todos os sintomas melhoram em menos de 12 semanas essa é uma sinusite aguda. Se eles persistem por 12 ou mais semanas uma sinusite crônica. Caso o paciente apresente 04 ou mais episódios de sinusite aguda por ano com melhora completa entre as crises, uma sinusite aguda recorrente.

DOUTOR, DE QUANTO EM QUANTO TEMPO DEVO RETIRAR A CERA DO OUVIDO?  

Essa pergunta recorrente dos pacientes é baseada em uma crença que o cerume é apenas uma sujeira, e portanto, deve ser removido periodicamente. O cerume é o produto de glândulas sudoríparas adaptadas, chamadas de ceruminosas, que ficam na porção mais externa do conduto auditivo, aquele buraquinho do ouvido e seu interior. Sua composição permite que o conduto auditivo mantenha a temperatura, pH e umidade equilibrados, propicia uma troca de pele adequada e evita infecções.Estudos demonstram ainda, que existem substâncias que auxiliam na proteção contra alguns tipos de fungos e bactérias que causam otites, como Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans. "Mas doutor, e eu nunca vou precisar retirar o cerume?" As novas células de pele que se formam na porção mais profunda do conduto vão migrando em direção ao orifício de entrada deste, com uma velocidade comparável a do crescimento das nossas unhas. Com isso, o cerume que está sobre a pele também é levado para fora, carregando ainda sujeira, poeira e partículas acumuladas. O movimento da mandíbula durante a mastigação ou bocejo também auxilia neste processo.Entretanto, em alguns pacientes pode ocorrer a formação de um tampão ou rolha de cerume onde os mecanismos de expulsão deste ficam comprometidos. Doenças do conduto auditivo externo, estreitamento do conduto, superprodução, redução da migração da pele e utilização de cotonetes são fatores que propiciam essa formação anômala.Nestes casos, o paciente pode queixar-se de sensação de ouvido "tampado", perda de audição (que pode variar de 15 a 35 dB), zumbido, raramente dor de ouvido e vertigem.Apenas na presença de sintomas ou nas situações em que o cerume impeça a adequada visualização das demais estruturas do ouvido que sua remoção está indicada! "Doutor, mas se eu não tiver sintomas vou ficar com meu ouvido sujo?!" Não meu amigo, você ficará com seu ouvido protegido!

/ Links úteis /
 
 
 

© 2015 por Dr. Deusdedit Brandão Neto.